Célebès

Max Ernst, 1921

Sem comentários: