Yahoo

Os momentos de volatilidade, crise & ignorância são os que produzem os melhores gráficos. O mundo, irritado com as derivadas em regime de monótona previsibilidade, revolta-se e quer-se descrito de forma mais criativa, Decartes não passou frio e outras privações pélvicas para desperdiçarmos a sua criatividade com grafiquetas fatelas, tanto mais que, ainda por cima, bastam duas variáveis para se montar uma festa.

Aqui, por exemplo, num gráfico em condições gamado em econompicdata.blogspot.com


mostra-se que quando o famoso índice de volatilidade VIX (CBOE Volatility Index) atingiu valores elevados, quase sempre se seguiram meses de alta valorização.

Ora ele apresenta neste momento um valor record bem acima dos 50 (!) (às 11.00 AM de NY); estamos, pois, num ano Olímpico. Caso para o dicionário não ilustrado se voltar a pronunciar. (entradas 1243 a 1250)

Acaso – Designação físico-filosófica duma merda que ora nos sodomiza ora nos lubrifica

Incerteza – Designação corrente para uma merda genérica que pode justificar perante terceiros uma calinada particular.

Volatilidade – Designação artística para uma merda que nos fode sem dar tempo para aliviar os joelhos

Risco – Designação paneleira para uma merda que, basicamente, nem se sabe se é uma boa merda.

Medo – Designação poética para um rabo que de repente descobre que também é cu

Pânico – Designação jornalística para a situação em que um grupo de cus recentes descobre que não é tão cedo que voltam a ser meros rabos.

Recessão – Designação da ciência económica para a situação em que o número de rabos é inferior a 10% do número de pilas durante dois trimestres seguidos

Crise – Designação académica para os momentos em que os rabinhos já podem descansar que as pilas já estão satisfeitas.

(estará, outra vez, demasiado sintético?)

[actualização]

‘Vocês sabem do que estou a falar’ moments

O Dow Jones, hoje, no mesmo dia em que vai outra vez abaixo dos 10.000, numa hora subiu praticamente 500 pontos.

.

2 comentários:

Dona Diotima disse...

Coisas que só se podem dizer na blogosfera: gosto muito do teu cabeçalho!

aj disse...

cada um faz o arrebanho como pode! :)