Luna Park

"Não há como um humorista para ser poeta; delicioso e autêntico poeta. Em geral não gosto daqueles poetas a quem, como diria Nietzsche, a dor faz cacarejar como as galinhas. Nos autênticos poetas, o humor é prova duma desilusão profunda. Algo que, por ser subtil, não tem nome nem aspecto. É uma sombra da dor, mas não é dor."

Agustina Bessa-Luís, "Dicionário Imperfeito", Guimarães Editores, 2008 (pg 220)

1 comentário:

Anonymous disse...

o.desmaker deixa-nos a cor do olhar poético na beleza quotidiana das ditas "ferrujens"_bonitas fotos...
M-N.